1º Princípio

Reduza, Reuse, Recicle.
Evite comprar o que você não precisa. Use o que você tem até que se acabe. Dê o que você não usa mais. Lembre-se que reciclar é a ultima solução,
comprar pensando em reciclar apenas faz aumentar a produção.

2º Princípio

Explore sua vizinhança.
Estude por perto, trabalhe na vizinhança, compre alimento produzido em locais próximos, freqüente o clube da quadra, participe de grupos comunitários. Conheça artistas e artesões de seu bairro.

3º Princípio

Automóveis poluem sua cidade – sujam o ar,  enchem as ruas, produzem ruídos, enfeiam a paisagem. Minimize seu uso.

4º Princípio

Preste atenção no que você come. Evite enlatados. De preferência a verduras e frutas da estação, de sua região e cultivados sem pesticidas.

5º Princípio

Indústrias privadas tem poucas preocupações com nosso meio ambiente. Escolha bem o que compra – nossas escolhas podem levá-lo a adotar boas práticas.

6º Princípio

Apoie inovações e tecnologias de produção “limpas”.

7º Princípio

Pense com cuidado ao adquirir objetos grandes – um carro novo, uma nova geladeira. Observe índices de eficiência e cuidados ambientais dos produtores. Não fique maluco pensando em cada pequeno objeto.
Exceções devem ser os objetos eletrônicos.

8º Princípio

Vote conscientemente. Com nosso voto podemos apoiar atitudes ambientalmente corretas. Sem atitudes comunitárias o esforço individual é como nadar rio acima.

9º Princípio

Não se sinta culpado  – aja.

10º Princípio

Aproveite o que você tem – o que é somente seu e aquilo que pertence a todos. Ambos são importantes, mas os últimos são fundamentais. O que não podemos construir e nunca iremos possuir – a água,o ar, os pássaros, as árvores – são a base de todos os prazeres de nossas vidas.
Sem eles somos nada. A escolha é nossa.

Fonte: Umbra Fisk, Grist Magazine

FacebookTwitterGoogle+#Compartilhe